segunda-feira, 30 de março de 2015

APÓS PERSEGUIÇÃO, HOMEM É PRESO COM ARMA NO BAIRRO DAS ROCAS POR POLICIAS DO 1º BPM







Blog Patrulha Rocas
Após receber denúncia via rádio de que um homem estava efetuando disparos de arma de fogo no fim da noite desse domingo 29/03, na rua Décio Fonseca no bairro das Rocas na Zona Leste de Natal, um viatura do 1º BPM até o local citado conferi.

Ao chegar ao local citado, os policiais flagrou um homem correndo com arma na mão e que subiu em cima das casas, correndo na tentativa de fugir da prisão. A guarnição comandada pelo cabo Galdino, pediu apoio de outras viaturas e passou a persegui-lo e após vasculhar ás ruas encontrou o acusado após o mesmo invadir uma vila de casas na rua Varela Santiago, no mesmo bairro.

Ao abordar o mesmo, os policiais encontraram em seu poder, uma revolver calibre 38 que possa ser da polícia do Estado, ele disse que reside no bairro de Santos Reis em Natal e que se chamar Francisco Canindé Silva dos Santos Júnior de 32 anos.

O acusado foi conduzido a Delegacia de Plantão Zona Sul onde foi feito o flagrante e ficará a disposição da Justiça.



Novo titular da Sejuc afirma que presídios estaduais são “formadores de marginais”

7644344

uyio67733




Em um dos momentos mais complicados da história do sistema prisional do Rio Grande do Norte, o governador Robinson Faria teve que escolher “a dedo” o novo nome da Secretaria de Justiça e Cidadania do Estado (Sejuc), que ficou vago depois que Zaidem Heronildes pediu exoneração, logo no início da série de rebeliões. Edilson França chega com a missão de por ordem nas unidades prisionais. Ele já adiantou que pretende fazer uma verdadeira “revolução” na maneira como o sistema é tratado.
Para Edilson, logo depois que a reconstrução dos presídios que foram afetados pelas rebeliões seja concluída, o próximo passo é mudar a maneira como os detentos são tratados. “Hoje em dia os presídios estaduais são verdadeiros formadores de marginais. Os presos saem de lá ainda piores do que entram. Isso precisa mudar. A ressocialização dos presos precisa ser revista. Hoje esse trabalho praticamente não existe. Temos que dar condições para que essas pessoas deixem o mundo do crime, caso contrário nada vai mudar e a sociedade vai continuar sendo penalizada”.
Segundo o titular da Sejuc, há muito tempo ele previa o caos que iria se instalar no sistema prisional Estadual. “Há 27 anos, quando eu comecei a me envolver com o sistema prisional, eu já que a situação era preocupante. Eu disse que tínhamos um barril de pólvora prestes a explodir. Ou mudávamos a maneira de gerir o sistema, ou então teríamos um caos. Durante todo esse tempo, ninguém fez nada. Nos últimos meses vimos o que eu já esperava. Agora é trabalhar para conseguir deixar tudo da melhor maneira possível”.
Em coletiva de imprensa nessa sexta (27), o governador Robinson de Faria anunciou um conjunto de 19 medidas distribuídas em cinco itens para melhorar o sistema prisional do Rio Grande do Norte. Ele disse que vai acelerar a construção da cadeia pública masculina no município de Ceará-Mirim, Região Metropolitana de Natal, com recursos de R$ 14 milhões do Ministério da Justiça. Entre outras ações, será criado um Comitê de Monitoramento do conjunto de medidas pactuadas pelo Governo do Estado e mais oito órgãos, como o Poder Judiciário, OAB e o Departamento Penitenciário Nacional (Depen) do Ministério da Justiça.
O diretor do Departamento Penitenciário Nacional (DEPEN), Renato De Vitto, anunciou a doação ao Governo do Estado de equipamentos tecnológicos de inspeção com detectores de metais para substituição gradativa das revistas íntimas nos presídios do RN. Os equipamentos devem chegar ao RN dentro de 90 dias. São 18 detectores tipo pórtico, 83 detectores manuais, 36 detectores do tipo banqueta que evita o constrangimento de a mulher ter de se agachar nas revistas íntimas, e dois aparelhos de raio-X.
Edilson França admitiu que esse comprometimento do governo foi um dos motivos que o fez aceitar o desafio de assumir a Sejuc nesse momento. “Sei que a tarefa não será fácil. Entretanto, acredito que não poderia assumir a pasta em um momento melhor no que diz respeito ao empenho do Governo em solucionar o problema. Temos a parceria com o Governo Federal que está garantindo todo o suporte para a melhoria do sistema. Chegou a hora de pensar coletivamente. Os problemas das penitenciárias não afetam apenas o Governo, mas a sociedade como um todo”.
Edilson França já atuou como Subprocurador-Geral da República, com exercício na PGE perante o Supremo Tribunal Federal e o Superior Tribunal de Justiça, além de representar o MPE perante o Tribunal Superior Eleitoral; foi Procurador Regional eleitoral por quatro mandatos; Procurador Regional da República; Procurador Regional dos Direitos do Cidadão; magistrado com exercício nas comarcas de Marcelino Vieira, Alexandria e São José de Campestre e presidente de diversas comissões examinadoras de concursos públicos. Ele estava exercendo a função de professor de Direito Constitucional à Segurança Pública e à Defesa Social da Pós Graduação em Direito da UFRN. Edilson também é presidente do Instituto de Pesquisas e Assistência às Vítimas da Violência.

Fonte: Portal JH

Mulher oferece 1.700 reais para homem engravidá-la e depois sumir

    yetieiue




Uma mulher está oferecendo cerca de R$ 1.700 para o homem que quiser engravidá-la, mas alega que não quer um relacionamento, pois acredita que os homens são muito imaturos.
Adelina Albu, de 25 anos, de Timisoara, na Romênia, postou um anúncio no Facebook procurando um potencial pai biológico para seu filho.
Ela afirma não estar interessada em um namorado ou marido, dizendo que “os homens são muito imaturos”.
Adelina postou o anúncio e disse: “Em vez de desperdiçar meu tempo em um relacionamento sem sentido, sabendo que eu vou pagar por isso. Por € 500 (cerca de R$ 1.700), você se diverte, eu recebo um bebê”.
Ela acrescentou que quem concordasse com a proposta teria que apresentar um teste de fertilidade e entregar todos os direitos da criança a ela.
Além disso, as respostas de interessados na oferta também bombaram.

No entanto, a moça afirma não estar impressionada com as respostas, devido ao conteúdo que a faz crer que “eles não estão a levando a sério”.

Fonte: Mirror

Semov aguarda visita de engenheiro para liberar trânsito no viaduto do Baldo

                                         Viaduto será liberado em abril (Foto: Wellington Rocha)



O secretário de obras públicas de Natal (Semov), Tomás Neto confirmou na tarde desta segunda-feira (30) a liberação do Viaduto do Baldo em até um mês. De acordo com o titular da pasta de obras, estão faltando apenas alguns reparos para que o equipamento volte a ser utilizado pelos motoristas.

Segundo o secretário, entre os reparos que ainda faltam ser feitos, estão a instalação de juntas de dilatação, peças de borracha e ferro fixadas entre as estruturas do equipamento que auxiliam na sustentação.

Além dos reparos, o secretário aguarda ainda a visita do engenheiro Hugo Mota, autor do projeto original do Baldo. Segundo ele, essa visita deverá ser feita após a Semana Santa e na ocasião o engenheiro irá vistoriar a obra e dar o aval para que o viaduto seja entregue.

No início de março, a Secretaria de Mobilidade Urbana (STTU) iniciou uma operação, dividida em duas etapas para concluir as obras do equipamento, interditando, parcialmente, trechos das Avenidas Deodoro e Rio Branco.


O viaduto do Baldo foi interditado por ordem judicial em 4 de outubro de 2012, após uma fiscalização do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (Crea/RN) concluiu que a deterioração, além de falta de manutenção no equipamento, o que colocava em risco a segurança de quem trafegava pelo local e podia desmoronar a qualquer momento.

Fonte: Portal no Ar


Familiares precisam comprar medicamentos para pacientes do Ruy Pereira


Um dos dilemas para as pessoas que procuram atendimento em alguns hospitais públicos é a dificuldade para conseguir tratamento adequado. Em muitos casos, a falta de certos medicamentos obriga acompanhantes dos enfermos a comprarem os remédios. Familiares dos pacientes do Hospital Regional Doutor Ruy Pereira dos Santos, no bairro Petrópolis, vivem essa realidade.
Uma mulher, que pediu para não se identificada, cuja mãe está internada há dois meses, confirmou que adquiriu com recursos próprios vários medicamentos para que a mãe receba o devido tratamento. “A gente teve que comprar a medicação durante esses dois meses. Compramos Losartana, Difilipina e Amitriptilina para controlar a pressão arterial. Eles dizem que está faltando no postinho e que se a gente tiver como comprar, se tiver condições é melhor”, explicou a mulher.
Outra mulher, que está com o pai internado há mais de 20 dias, conta que também precisou comprar uma pomada e exibiu uma nota fiscal comprovando a aquisição. “Eles me pediram a pomada porque disseram que não tem, uma safgel. Disseram que não tem aqui e eu tinha que trazer. Aí comprei e trouxe”, denunciou.
Uma senhora de 69 anos que acompanha o marido internado há mais de 15 dias, informou que só não levou o medicamento porque está aguardando a manipulação do medicamento. “O médico disse que tinha e estava usando, mas pediu que comprasse para repor e substituir o estoque. Então eu mandei fazer e vou trazer amanhã, custou R$ 53”.
Nossa equipe conversou com o diretor administrativo do hospital, Graciliano Sena, mas ele não quis comentar o assunto e orientou a procurar a assessoria de comunicação da Secretaria da Saúde Pública (Sesap).
Em contato com a assessoria, foi informado que o secretário da Sesap, José Ricardo Lagreca, tem interesse em resolver o problema dos hospitais regionais e que alguns medicamentos estavam sendo liberados aos poucos.

 Fonte: No Minuto

sábado, 28 de março de 2015

OPERAÇÃO "CHOQUE DE ORDEM" DA POLICIA CIVIL COM APOIO DA PM PRENDE PESSOAS NA ZONA LESTE DE NATAL

                                 

                                







Na manhã desta sexta-feira (27) a Polícia Civil
deflagrou a Operação "Choque de Ordem", com
o objetivo de cumprir mandados de busca e
apreensão nos bairro de Rocas, Comunidade do Jacó na Ribeira, na Rua do Motor na Praia do Meio, comunidade de Brasília Teimosa e Bairro de Santos Reis, na Zona Leste de Natal.

A ação foi coordenada pela 2ª DP, e
contou com a participação da seguintes
delegacias: 3ª DP, 5ª DP, 9ª DP, 11ª DP, 12ª
DP, 14ª DP, DENARC, DEFD, DECOM, DEPREMA,
DEFUR, DEAV, DP de Extremoz, DP de São José
do Mipimbú, DP de Pipa, 2ª DP de Parnamirim e
DEATUR e POLÍCIA MILITAR.



Durante a operação foram presas duas pessoas:
um foragido da justiça identificado como
Luciano Nicácio da Silva, 37 anos. Ele estava
no semiaberto, e tem condenação por tráfico.
Também foi presa Emmanuela da Costa Silva,
32 anos. Com Emmanuela foram apreendidos
uma pequena quantidade de maconha e muito
dinheiro fracionado.

Na ação ainda foram apreendidos, em um dos
alvos, vários cartões do Bolsa Família. A polícia
vai investigar se esses cartões foram recebidos
como forma de pagamento por drogas. O homem invistigado segundo a Polícia Civil é conhecido por “Júnior dirríta”.

Fonte: Polícia Civil RN

Após 7 dias, corpo de homem sugado pela tubulação é retirado pelos bombeiros







Os bombeiros trabalharam cerca de 20 horas até a retirada da vítima, tendo em vista que o local onde o corpo se encontrava era de difícil acesso.
Segundo a assessoria de comunicação da Sesed, os próprios bombeiros se recusaram a deixar as buscas para o dia de hoje, sábado (28), ao perceberem que estavam no caminho certo, trabalhando até as 3hs da madrugada quando conseguiram resgatar o corpo.
Segundo informações do CIOSP, mergulhadores do Corpo de Bombeiros usaram roupas especiais para evitar contaminação. Devido ao adiantado estado de decomposição do corpo de Kleberson, eles tiveram que usar máscaras e cilindros de oxigênio para percorrer a tubulação. Apesar da tristeza, a família está mais aliviada em poder sepultar a vítima, dignamente.

De acordo com o Tenente Cristiano Couceiro, a equipe utilizou ontem uma bomba de hidrovácuo para ajudar na retirada da areia e permitir que os bombeiros acessem a tubulação sem riscos. Até ontem, o uso de máquinas no processo de resgate estava descartado.

“O terreno é inclinado e o solo arenoso, situação que nos dá uma instabilidade muito grande. Se for utilizar máquinas para fazer escavação, é possível que o solo e as edificações das áreas ao redor sejam prejudicadas, podendo até haver desabamento dos prédios. Tem que ter um extremo cuidado nessa questão da escavação. É uma situação extremamente delicada”, comentou o tenente.